Home Quem Somos? História da Música Fale Conosco
Biografia
Discografia
Fotos
   
   

Milton Passos (Vadico) nasceu em Olímpia, no interior do estado de São Paulo, e João Nietto (Vidoco) nasceu em Pirangi, também no interior do estado de São Paulo, que de início, formou uma dupla juntamente com seu irmão.
Foi no ano de 1959 que Milton e João se conheceram na capital paulista e começaram a cantar juntos, nascendo então a dupla que ficou conhecida como a "Dupla Café com Leite" (título pelo qual também é conhecida atualmente a dupla Mococa e Paraíso).
Sulino e Marrueiro levaram a jovem dupla "Vadico e Vidoco" aos estúdios da Rádio Nacional de São Paulo. E foi com a ajuda do compositor e radialista Anacleto Rosas Jr, que eles foram contratados pela gravadora Copacabana, onde gravaram pelo selo Sabiá os dois primeiros discos 78 RPM e o LP "Relíquias de Amor".
Vadico e Vidoco, com suas belíssimas vozes, as quais possuíam certa semelhança com as vozes de Tonico e Tinoco, foram ganhando prestígio no meio artístico, reconhecidos como grandes violeiros.
A dupla se apresentou nas Rádios Tupi, Aparecida e Record, além terem realizado "tournées" em circos pelo interior paulista, além dos estados do Paraná, Minas Gerais, Goiás e Mato Grosso. Vadico e Vidoco também se apresentaram na TV Tupi e na TV Globo.
Vadico e Vidoco chegaram se separar por um curto período de tempo e, na ocasião, Vidoco chegou a formar dupla juntamente com José Vieira, o Abel, que na época ainda não havia formado com seu primo Sebastião Silva a dupla Abel e Caim.
Vidoco convidara o José Vieira que tinha a voz parecida com a voz do Vadico. Atuaram juntos em alguns programas de rádio e shows em circos, até que apareceu uma oportunidade para gravarem um disco.
Vidoco, no entanto, achou melhor chamar o antigo parceiro, sem nada ter dito ao José Vieira. Este, por sua vez, quando chegou ao estúdio de gravação na hora combinada e soube que o Vidoco já havia feito a gravação com o "Vadico original", decidiu então deixar a dupla.
A dupla Vadico e Vidoco gravou apenas 2 discos 78 RPM e 5 LP's.
Vadico faleceu no dia 01 de fevereiro de 1989, vítima da doença de Chagas. Vidoco faleceu 15 anos depois, em 18 de outubro de 2004, em Itapira-SP, cidade na qual já foi Vereador e recebeu o título de Cidadão Itapirense.

 

Texto: Sandra Cristina Peripato

Fonte: www.boamusicaricardinho.com