Home Quem Somos? História da Música Fale Conosco

 

XERÉM E BENTINHO

 

Pedro de Alcântara Filho, o Xerém, nasceu em Baturité, no estado do Ceará no dia 05 de agosto de 1911 e faleceu em 1982 no Rio de Janeiro/RJ.
José Antônio Vono Filho, o Bentinho, nasceu em Santa Rita de Sapucaí, no estado de Minas Gerais, no dia 20 de abril de 1914.
A veia artística de Pedro se fez presente já na infância, quando ele integrava a "Troupe do Pequeno Edson", nos anos 20. Seu pai era Maestro na Marinha e sempre incentivou o filho a seguir a carreira artística.
Com apenas 23 anos de idade, Pedro trocou o Ceará pelo Rio de Janeiro e, começou a se destacar como exímio gaitista na Rádio Mayrink Veiga. E, com sua irmã Nadir, Pedro formou a dupla "Xerêm e Tapuia", que se apresentou de início na Rádio Tupi e mais tarde foi efetivada no programa "Festa na Roça", que era apresentado por Ariowaldo Pires, também conhecido como Capitão Furtado.
Xerém e Tapuia gravaram na Víctor o primeiro disco 78 RPM em 1937, com as músicas "Quadria no Arraiá" e "Forró na Roça".
Em 1938, com o casamento de Nadir, a dupla Xerém e Tapuia se desfez e, em 1939, Pedro passou a cantar em dupla com José Antônio Vono Filho, formando a dupla "Xerém e Bentinho", que estreou em disco no mesmo ano.
José Antônio havia se mudado de Santa Rita do Sapucaí para o Rio de Janeiro, onde foi estudar Química Industrial.
No início, ele se hospedou na residência de Nelson Gonçalves, visto que o cantor era amigo de seu irmão mais velho, o médico cardiologista Vicente Vono que, por sua vez, era também humorista na Rádio Inconfidência de Belo Horizonte, onde interpretava o Compadre Belarmino, o primeiro humorista caipira do rádio brasileiro.
Bentinho mais tarde passou a residir na pensão do Seu Batista, que era o pai das cantoras Linda e Dircinha Batista. Nesse endereço, ele ficou até se formar.
Enquanto estudava Química Industrial, Bentinho teve, portanto, bastante contato com o meio artístico e pode desenvolver seu talento, paralelamente ao estudo.
Em 1938, Bentinho figurou no filme "Banana da Terra", junto com Linda e Dircinha Batista, Emilinha Borba, Carlos Galhardo, Orlando Silva, Aurora e Carmen Miranda. Foi nesse filme, por sinal, que Carmen Miranda apareceu pela primeira vez com o traje de baiana que a imortalizou inclusive na interpretação do sucesso "O que é que a Baiana Tem?", gravado em 1939 na Odeon, num dueto de Carmen com Dorival Caymmi.
No mesmo ano de 1938, Bentinho formou dupla com Alvarenga, quando Ranchinho havia deixado a dupla pela primeira vez.
Apesar do pouco tempo de duração, a dupla "Alvarenga e Bentinho" chegou a gravar alguns discos 78 RPM pela Odeon.
Em 1939, Ranchinho reapareceu e voltou a formar dupla com Alvarenga. Bentinho passou a cantar com Xerém, formando então a dupla Xerém e Bentinho.
E, em abril de 1939, a dupla Xerém e Bentinho gravou na Víctor o seu primeiro disco 78 RPM, com as músicas "Chapéu das Moças" e "Mariquita".
Bentinho foi sem dúvida o principal parceiro de Xerém e a dupla por eles formada lançou diversos discos, a grande maioria lançados pela Víctor. Um dos maiores sucessos de Xerém e Bentinho foi o calango "Avoa Jacutinga".
Em 1943 Xerém passou a cantar em dupla com o novo parceiro De Morais, e a dupla Xerêm e De Morais gravou o primeiro disco 78 RPM na Continental em junho de 1944, com as músicas "Lá Vai Balão" e "Saudades de Marianinha". A dupla gravou na Continental um total de 06 discos 78 RPM, entre junho de 1944 e dezembro de 1945.
E em 1954 Xerém reatou a dupla com Bentinho, com quem gravou mais alguns discos 78 RPM. Xerém e Bentinho gravaram um total de 35 discos 78 RPM.
No mesmo ano, a dupla passou a se apresentar no programa do Capitão Furtado, na Rádio Piratininga, na capital paulista. Foi um período no qual Xerém e Bentinho também se apresentaram em diversas cidades brasileiras.
A dupla durou até 1960 e, com o término da parceria com Bentinho, Xerém passou a apresentar o programa "Na Palhoça do Xerém", que foi ao ar em diversas emissoras de rádio. E Bentinho trocou o Rio de Janeiro por Belo Horizonte, onde passou a apresentar na Rádio Inconfidência o Programa "Bentinho no Sertão", até o dia em que se aposentou.
Em 1970, Xerém chegou a gravar um LP pela Brasidisc, no qual se destacaram as músicas "Palhoça do Xerêm", "Alvorada Sertaneja", "Quatro Namorados", "No Ceará Tem", "Retirantes do Ceará" e "Trem de Jequiá".
Xerém foi sem dúvida um artista completo. Na música, foi instrumentista, cantor e compositor.
Atuou também no cinema, tendo participado do filme "Abacaxi Azul" de J. Rui, em 1943, filme no qual contracenou com Lauro Borges, Castro Barbosa, Chocolate e a dupla Alvarenga e Ranchinho. Xerém participou também de "Fogo na Canjica" de Luís de Barros, em 1947, juntamente com Walter D’Avila, Jararaca e Ratinho e Zé Trindade. E Xerém participou ainda do filme "Eu Quero é Movimento", também do mesmo diretor Luís de Barros, no ano de 1949.
No Teatro de Revista, Xerém também atuou, na década de 30, em peças de Viriato Corrêa, Luis Peixoto e Ary Barroso, junto com renomados atores do quilate de Brandão Filho, Apollo Corrêa, Oscarito, Eva Todor e Dercy Gonçalves.
No Rádio, Xerém participou de programas em diversas emissoras no Rio de Janeiro em em São Paulo, tais como as Rádios Nacional, Mayrink Veiga, Tupi e Bandeirantes, ao lado de grandes nomes tais como Pixinguinha, Carmem Miranda, Cyro Monteiro, Orlando Silva, Lamartine Babo, Dorival Caymmi, Moreira da Silva, além de Jararaca e Ratinho e Alvarenga e Ranchinho.
E, na televisão, Xerém participou juntamente com Hebe Camargo do programa “A Noite é de Garbo”, em 1959. E, em 1962, Xerém participou do episódio "Tesouro Perdido" da inesquecível série "Vigilante Rodoviário".

 

Texto: Sandra Cristina Peripato

 

DISCOGRAFIA

 

78 ROTAÇÕES

 

XERÉM, TAPUIA E SUA TRIBO
10/1937 - VÍCTOR - Nº 34222
A - Quadria no Arraiá - Xerém e Pequeno Edson
B - Forró na Roça - Xerém e Manoel Queiroz

 

XERÉM, TAPUIA E SUA TRIBO
11/1937 - VÍCTOR - Nº 34235
A - Gato no Teiado - Xerém
B - Vamos Rancheirar - Xerém e Edson José

 

XERÉM E TAPUIA
02/1938 - VÍCTOR - Nº 34290
A - Eta Botina - Ariovaldo Pires e Xerém
B - Vamos Neguinha - Manoel Queiroz

 

XERÉM, TAPUIA E SUA TRIBO
05/1938 - VÍCTOR - Nº 34314
A - Vamos Imbora - Xerém e Milton de Oliveira
B - Bicholândia - Xerém e Milton de Oliveira

 

XERÉM, TAPUIA E SUA TRIBO
07/1938 - VÍCTOR - Nº 34.338
A - Gangoera - Xerém e Pequeno Edson
B - Vida na Fazenda - Ariovaldo Pires e Xerém

 

ALVARENGA E BENTINHO
10/1938 - ODEON - Nº 11657
A - Moda da Moeda - Alvarenga
B - Moda da Carta - Alvarenga

ALVARENGA E BENTINHO
11/1938 - ODEON - Nº 11659
A - Numa Noite de Luar - Alvarenga e Bentinho
B - Paquetá - Alvarenga

ALVARENGA E BENTINHO
12/1938 - ODEON - Nº 11676
A - Bombeiro - Alvarenga e Bentinho
B - Oh Bela! - Capitão Furtado e Peterpan

ALVARENGA E BENTINHO
01/1939 - ODEON - Nº 11678
A - É de Colher - João Mundo, César Brasil e Augusto Garcez
B - Quando a Saudade Vem -

ALVARENGA E BENTINHO
04/1939 - ODEON - Nº 11706
A - Mania de Futebol - Alvarenga e Bentinho
B - Moreninha - Alvarenga e Bentinho

ALVARENGA E BENTINHO
05/1939 - ODEON - Nº 11716
A - O Mundo é das Muié - Alvarenga e Bentinho
B - Superstição - Alvarenga e Bentinho

 

XERÉM E BENTINHO
07/1939 - VÍCTOR - Nº 34462
A - Chapéu das Moças - Xerém e Bentinho
B - Mariquitta - Pequeno Edson

 

XERÉM E BENTINHO
08/1939 - VÍCTOR - Nº 34475
A - Avoa Jacutinga - José Alves Torres
B - O Marvada - Fausto Vasconcelos

 

XERÉM E BENTINHO
11/1939 - VÍCTOR - Nº 34513
A - Moda do Casamento - Xerém e Bentinho
B - Oh! Tereza - Xerém e Bentinho

 

XERÉM E BENTINHO
01/1940 - VÍCTOR - Nº 34547
A - Lua Cheia - Xerém e Bentinho
B - Borboleta da Ilusão - Juraci Araújo e Gomes Filho

 

XERÉM E BENTINHO
04/1940 - VÍCTOR - Nº 34593
A - De Madrugada - Xerém, Bentinho e Ariovaldo Pires
B - Esquinim Esquinado - Xerém, Bentinho e B. Guedes

 

XERÉM E BENTINHO
05/1940 - VÍCTOR - Nº 34597
A - Marmique - Zequinha Torres e F. Vasconcelos
B - Quele - Xerém e Bentinho

 

XERÉM E BENTINHO
06/1940 - VÍCTOR - Nº 34618
A - Rosinha - Xerém e Bentinho
B - Ludovica - Xerém e Bentinho

 

XERÉM E BENTINHO
04/1941 - VÍCTOR - Nº 34735
A - Ouropretana - Arranjo: Xerém e Bentinho
B - Não me Convém - Xerém e Bentinho

 

XERÉM E BENTINHO
07/1941 - VÍCTOR - Nº 34761
A - As Coisas Vão Virá - Xerém e Bentinho
B - A Muié e o Atomovi - Xerém, Bentinho e J. Portela

 

XERÉM E BENTINHO
08/1941 - VÍCTOR - Nº 34776
A - O Leite que a Vaca Dá - Xerém, Bentinho e B. Guedes
B - Sindicato dos Bichos - Xerém e Bentinho

 

XERÉM E BENTINHO
09/1941 - VÍCTOR - Nº 34788
A - No Mato Grosso - Xerém e Bentinho
B - Posição de Dormir - Xerém e Bentinho

 

XERÉM E BENTINHO
02/1942 - VÍCTOR - Nº 34877
A - Equitação - Xerém e Bentinho

 

XERÉM E BENTINHO
03/1942 - VÍCTOR - Nº 34886
A - Dona Chica - Xerém e Bentinho
B - O Carrero - Pedro Paraguaçu

 

XERÉM E BENTINHO
04/1942 - VÍCTOR - Nº 34919
A - Ai, Ai, Xodó - Carlos Filgueiras
B - O Retrato da Serafina - Xerém e Bentinho

 

XERÉM E BENTINHO
03/1943 - VÍCTOR - Nº 80.0059
A - Plantando Nasce - Xerém, Bentinho e J. Portela
B - Desprezo - Xerém e Bentinho

 

XERÉM E BENTINHO
04/1943 - VÍCTOR - Nº 80.0073
A - ABC do Galpão - Xerém, Bentinho e B. Guedes
B - Gaviãozinho Carijó - Xerém e Bentinho

 

XERÉM E DE MORAIS
06/1944 - CONTINENTAL - Nº 15.163
A - Lá Vai Balão - Xerém e Pequeno Edison
B - Saudades da Marianinha - De Morais

 

XERÉM E DE MORAIS
01/1945 - CONTINENTAL - Nº 15.223
A - Dança do Calango - De Morais e J. R. Oliveira
B - Tá Errado! - Xerém e J. Portela

 

XERÉM E DE MORAIS
02/1945 - CONTINENTAL - Nº 15.246
A - Olha a Cobra Fumando!... - Elpídio Viana e Pereira do Carmo
B - Mulher Bonitinha - Antenor Boges e Paulo Patrício

 

XERÉM E DE MORAIS
04/1945 - CONTINENTAL - Nº 15.309
A - O Pau Rolou - Xerém e De Morais
B - Sonora Saudade - De Morais e Marinho Silva

 

XERÉM E DE MORAIS
06/1945 - CONTINENTAL - Nº 15.358
A - Arrasta o Pé - Xerrém e De Morais
B - Tia Joana - Osteano Morais

 

XERÉM E DE MORAIS
12/1945 - CONTINENTAL - Nº 15.498
A - Jurupoca Vai Piar - Elpídio Viana e Hermínio Silva
B - Cabeça do Janjão - De Morais e Elpídio Viana

 

XERÉM E BENTINHO
09/1951 - ODEON - Nº 13.168
A - Baião da Viola - Bentinho
B - Xale Encarnado - Xerém

 

XERÉM E BENTINHO
11/1951 - ODEON - Nº 13.193
A - Mariazinha - Xerém e Bentinho
B - Lieze - Zequinha Torres

 

XERÉM E BENTINHO
01/1952 - ODEON - Nº 13.231
A - Pinóquio - Avaré e Orlando Monello
B - Com Este Calor - Rômulo Paes, Carvalhinho e Bentinho

 

XERÉM E BENTINHO
04/1952 - ODEON - Nº 13.258
A - Cana Caiana - Xerém
B - Pagode Bom - Zequinhha Torres e Bentinho

 

XERÉM E BENTINHO
06/1952 - ODEON - Nº 13.280
A - Baião Azul - Xerém e Guará
B - Casar é Muito Bom - Bentinho

 

XERÉM E BENTINHO
07/1952 - ODEON - Nº 13.303
A - Barganhador Mineiro - Bentinho e Zé do Norte
B - E Comprei Passagem - Xerém e Fausto Vasconcelos

 

XERÉM E BENTINHO
10/1952 - ODEON - Nº 13.347
A - Meu Batizado - Bentinho e Rômulo Paes
B - Pancadão de Paraguaia - Xerém

 

XERÉM E BENTINHO
01/1953 - ODEON - Nº 13.380
A - Nana Nenê - José Saccomani e Hélio Sindo
B - Cadê a Rosa - Xeréem e Oldemar Magalhães

 

XERÉM E BENTINHO
03/1953 - ODEON - Nº 13.412
A - Na Batida do Rojão - Bentinho e Zequinha Torres
B - Coitadinho de Quem Namora - Bentinho

 

XERÉM E BENTINHO
10/1953 - ODEON - Nº 13.546
A - Balaio Velho - Xerém
B - Baião de São Paulo - Xerém e Bentinho

 

XERÉM E BENTINHO
03/1954 - ODEON - Nº 13.614
A - Peão Amoroso - Bentinho
B - A Sorte me Fugiu - Xerém e Sebastião Teixeira

 

XERÉM E BENTINHO
06/1954 - ODEON - Nº 13.664
A - Soltando Balão - Xerém e Bentinho
B - Baião de São João - Xerém e Bentinho

 

XERÉM E BENTINHO
11/1954 - ODEON - Nº 13.761
A - Nossa Senhora da Penha - Bentinho e Sebastião Teixeira

 

XERÉM E BENTINHO
06/1955 - ODEON - Nº 13.828
A - São João na Lua - Sidney Frazão, Lidio Melo e Bentinho
B - Saudando São João - Sidney Frazão, Lidio Melo e Xerém

 

XERÉM E BENTINHO
09/1955 - ODEON - Nº 13.880
A - Avoa Jacutinga - Zequinha Torres
B - Desafiando - Xerém e Bentinho

 

XERÉM E BENTINHO
06/1956 - ODEON - Nº 14.059
A - Na Barraca do Cigano - Xerém e B. Guedes
B - Piou o Inhambu - Jair Silva e Bentinho

 

XERÉM E BENTINHO
06/1957 - ODEON - Nº 14.217
A - Desafio da Pacificação - Ariovaldo Pires
B - Saudades - Xerém e Bentinho

 

XERÉM E BENTINHO
1958 - COLÚMBIA - CB-11020
A - Eu Vou Chorar - Xerém e Bentinho
B - Oh! Tereza - Xerém

 

XERÉM E BENTINHO
1958 - COLÚMBIA - CB-11036
A - Santa Rita de Cássia - Paulo Gama - Arranjo: Bentinho
B - Roda Morena - Zé do Norte e Bentinho

 

XERÉM E BENTINHO
1959 - COLÚMBIA - CB-11126
A - Meu São João - Xerém e Bentinho
B - Prega Fogo - Xerém e Ariovaldo Pires

 

XERÉM
07/1961 - CABOCLO - CS-456
A - Palhoça do Xerém - Xerém e Reinaldo Santos
B - Alvorada do Sertão - Xerém e Aurélio Antonio

 

XERÉM
12/1963 - ODEON - Nº 14.887
A - Palhoça do Xerém - Xerém e Reinaldo Santos
B - O Canto da Saracura - Xerém e Ximango

 

MÚSICAS

 

 

FOTOS

 

Visual LightBox Gallery generated by VisualLightBox.com
Xerém e Bentinho - 001 Xerém e Bentinho - 002 Xerém e Bentinho - 003 Xerém e Bentinho - 004 Xerém e Bentinho - 005 Xerém e Bentinho - 006 Xerém e Bentinho - 007 Xerém e Bentinho - 008 Xerém e Bentinho - 009 Xerém - 01 Xerém - 02 Bentinho - 01 Bentinho - 02 Bentinho - 03 Bentinho - 04 Reportagem Bentinho - 01 Reportagem Bentinho - 02 Xerém e Tapuya visual lightbox for MACby VisualLightBox.com v6.1