Home Quem Somos? História da Música Fale Conosco

 

SERRINHA

 

O célebre compositor de "Chitãozinho e Xororó" (em parceria com Athos Campos), Antenor Serra, o Serrinha, nasceu em Botucatu, interior do estado de São Paulo no dia 26 de junho de 1917, era o segundo dos dois filhos de Antenor Serra Filho, italiano, motorista de táxi; e sua mãe, Isabel Montez Serra, era irmã de Raul Torres, também nascido em Botucatu. Aprendeu a tocar viola com Lopinho, famoso violeiro da região. Aos 15 anos já fazia serenatas e animava as festas de seu bairro. Josefa, a vó materna de Serrinha, era também a mãe de seu tio Raul que, percebendo os dotes musicais do sobrinho, quando este cantava com os amigos em Botucatu, convidou-o a residir na capital paulista. Antenor, pouco antes, havia arrumado o emprego na Estrada de Ferro Sorocabana; Raul Torres também trabalhava na mesma empresa. Em pouco tempo, Antenor Serra havia sido transferido de Botucatu para a capital paulista; na época, com 19 anos de idade, animado com o convite do tio Raul, mudou-se para São Paulo. No Largo de Santa Cecília, ficava a pensão onde Serrinha morava no início de sua vida na capital paulista.
Luiz Marino Rabelo, companheiro de quarto de Serrinha na mesma pensão, também cantava. E, musicalmente, os dois se deram muito bem! Ao final da jornada de trabalho, Luiz e Antenor voltavam apressadamente à pensão e cantavam juntos as músicas de sucesso da época. Algum tempo depois, o mesmo Luiz Marino Rabelo ficou famoso cantando em dupla com Serrinha; seu nome artístico era Caboclinho. Mas essa dupla só aconteceu depois da briga de Serrinha com seu tio...
O tio Raul parece "ter sentido um certo ciúme" quando viu Serrinha cantando com Luiz Marino na pensão e, vendo as duas vozes tão afinadas, sentiu que ele é que deveria formar a dupla com Antenor o mais breve possível. E, conseqüentemente, Raul Torres e Serrinha gravaram e fizeram sucesso com "Cavalo Zaino". Também foi feita por Serrinha juntamente com Mariano da Silva a primeira gravação de "Saudades de Matão".
Em 23 de maio de 1940, foi celebrado em São Paulo seu casamento com Olinda, após um difícil namoro à moda antiga, já que o pai de Olinda era uma fera; de tamanha rigidez que muitas vezes chegava à violência física; o casamento, por outro lado, só terminou com a morte de Serrinha em 1978.
Nessa época, Raul Torres ainda cantava em dupla com Serrinha. Um desentendimento, porém, modificou os rumos de ambos, e fez surgir duas novas duplas caipiras: "Torres e Florêncio" e "Serrinha e Caboclinho" (Luiz Marino Rabelo, o mesmo Caboclinho que havia sido colega de Serrinha na mesma pensão onde ele morava no início da vida na capital paulista). Não se sabe ao certo quais teriam sido os motivos da briga; mas o tio e o sobrinho não voltaram mais a se falar. Cada um dos dois, por outro lado, seguiram com bastante sucesso as suas respectivas carreiras.
Em dupla com Caboclinho, Serrinha integrou um trio com Rielinho (o "Bacharel do Acordeom", filho do famoso Rieli). Esse trio pioneiro ficou conhecido como "O Trio Mais Querido do Brasil". Trabalharam também no programa que durou 17 anos na Rádio Tupi de São Paulo.
Serrinha e Caboclinho também costumavam contar histórias e causos entre uma música e outra nos shows que faziam, sendo que Caboclinho era o escada, o qual incitava Serrinha para contar as estórias.
O "Rei da Viola" como era conhecido Serrinha teve os maiores sucessos em parceria com Athos Campos "Chitãozinho e Xororó" e também com Ado Benatti "Bom Jesus de Pirapora".
Serrinha também fez dupla com Zé do Rancho após o falecimento de Caboclinho em 1954. Juntamente com Zé do Rancho, Serrinha integrou com Rielinho o novo "Trio Mais Querido do Brasil". Fizeram diversos shows e gravações e continuavam a apresentar o programa na Rádio Tupi às terças, quintas e sábados sempre às 18h30.
Serrinha enfrentou também momentos dificílimos durante a segunda guerra mundial, já que o Brasil havia ingressado na mesma, contra o eixo formado por Alemanha, Itália e Japão; Serrinha, sendo descendente de italiano, foi denunciado (denúncia essa comprovada posteriormente como sem fundamento, já que havia partido de um inimigo que o invejava) como integrante da "Quinta Coluna", ou seja, denunciado como um suposto simpatizante do nazismo e/ou do fascismo. Tal fato custou-lhe 4 dias na prisão no DOPS (Departamento de Ordem Política e Social), além de ter tido sua vida particular investigada. Acredita-se, porém, que Serrinha ficou preso por um período de tempo "relativamente curto", pois as autoridades do DOPS "sabiam quem era Serrinha, sua popularidade, e como o mesmo era querido por sua gente", ou seja, de um certo modo, sabiam o quanto seria problemático, mais cedo ou mais tarde, manter Serrinha atrás das grades, principalmente com uma acusação tão infundada, contra um ídolo tão popular. Era realmente muita responsabilidade...
Após um infarto sofrido por Serrinha em 1965, o médico proíbe a continuação da vida artística; continuou ainda na Sorocabana até sua aposentadoria em 1968. Como a saudade apertava, mudou-se para Botucatu, tendo levado a família. Mesmo assim, ainda gravou o disco "A Volta do Serrinha" em 1971 com Caboclinho II, disco esse que foi o último de sua vida. Para Serrinha, era terrível respeitar o conselho médico e ficar fora do mundo artístico; desacatando as ordens médicas trabalhou como apresentador do programa "Serra Dourada" e foi também Diretor Artístico da Rádio Municipalista de Botucatu.
Um novo infarto pôs fim à vida terrena de Serrinha em 19 de agosto de 1978.

 

Texto: Sandra Cristina Peripato

 

DISCOGRAFIA

 

78 ROTAÇÕES

 

RAUL TORRES E SERRINHA:

08/1937 - VÍCTOR - Nº 34196
A - A Cigana (Raul Tôrres)
B - Chico Mulato (Raul Tôrres e João Pacífico)

 

08/1937 - VÍCTOR - Nº 34198
B - Tristeza do Meu Rancho (Serrinha)

 

09/1937 - VÍCTOR - Nº 34210
A - Cidade de Campinas (Raul Tôrres)

 

09/1937 - VÍCTOR - Nº 34211
A - Ouro Branco (Raul Tôrres e João Pacífico)

 

10/1937 - VÍCTOR - Nº 34223
A - Vida Apertada (Raul Tôrres)
B - Trovas Populares (Raul Tôrres)

 

10/1937 - VÍCTOR - Nº34224
A - Namoro de Cantadô (Raul Tôrres)
B - Que Linda Morena (Raul Tôrres)

 

11/1937 - VÍCTOR - Nº 34234
A - Adeus Campina da Serra (Raul Tôrres e Cornélio Pires)
B - O Moço Sertanejo (Raul Tôrres e Cornélio Pires)

 

05/1938 - VÍCTOR - Nº 34317
A - Boiada Cuiabana (Raul Tôrres)
B - Viola e Baralho (Raul Tôrres)

 

06/1938 - VÍCTOR - Nº 34326
A - Saudades de Matão (Jorge Galati e Raul Tôrres)
B - Que Moça Bonita (Raul Tôrres e Cornélio Pires)

 

07/1938 - VÍCTOR - Nº 34339
A - Vinte e Cinco Amores que eu Tive (Raul Tôrres)
B - Eu Escrevi Teu Nome (Raul Tôrres)

 

08/1938 - VÍCTOR - Nº 34351
A - A Mulher e o Rádio (Raul Tôrres)
B - Violeiro Casado (Raul Tôrres)

 

10/1938 - VÍCTOR - Nº 34372
A - Morena Não Amo Mais (Raul Tôrres)
B - Triste Apartamento (Raul Tôrres)

 

06/1939 - VÍCTOR - Nº 34453
A - Mandamento das Muié (Raul Tôrres e Serrinha)
B - Festança no Rancho Fundo (Serrinha e João Pacífico)

 

06/1939 - VÍCTOR - Nº 34454
A - Suspira Meu Bem, Suspira (Raul Tôrres e Serrinha)
B - O Gosto que o Beijo Tem (Cravo Marinho e Serrinha)

 

06/1939 - COLÚMBIA - Nº 8.283
A - Cheguei na Casa da Véia (Raul Tôrres)
B - De Terça pra Quarta-Feira (Arranjo: Raul Torres)

 

06/1939 - COLÚMBIA - Nº 8.358
A - Eu Fui Passeá em São Paulo (Raul Tôrres)
B - Quando eu Cantei no Rádio (Raul Tôrres)

 

07/1939 - VÍCTOR - Nº 34461
A - Os Bailes de Agora (Raul Tôrres e Cornélio Pires)
B - Quem Quiser Saber Meu Nome (Raul Tôrres e Cornélio Pires)

 

09/1939 - VÍCTOR - Nº 34478
A - Meu Cavalo Zaino (Raul Tôrres)
B - A Falta de Bonde (Raul Tôrres)

 

09/1939 - VÍCTOR - Nº 34479
A - Festança no Tietê (Raul Tôrres)
B - Do Lado que o Vento Vai (Raul Tôrres)

 

10/1939 - VÍCTOR - Nº 34500
A - A Mulher e o Doce (Raul Tôrres)

 

11/1939 - VÍCTOR - Nº 34514
A - O Mundo é das Muié (Raul Tôrres)

 

12/1939 - VÍCTOR - Nº 34522
A - Moda do Preguiçoso (Raul Tôrres e Cunha Jr)

 

03/1940 - VÍCTOR - Nº 34582
A - Meu Coração é um Relógio (Serrinha e Raul Tôrres)

 

07/1940 - VÍCTOR - Nº 34633
A - Galo Revoltoso (Raul Tôrres)
B - Minas Gerais (Raul Tôrres e João Pacífico)

 

07/1940 - VÍCTOR - Nº 34634
A - Rita Bermira (Raul Tôrres)
B - Paraguaíta (Serrinha e Raul Tôrres)

 

08/1940 - VÍCTOR - Nº 34638
A - Moda da Pinga (Cunha Júnior)
B - Papagaio Louro (Raul Tôrres)

 

08/1940 - VÍCTOR - Nº 34639
A - Carta do Zé Gambá (Raul Tôrres)

 

08/1940 - VÍCTOR - Nº 34642
A - Contando Fita (Raul Tôrres e João Pacífico)
B - Cabocla Tereza (Raul Tôrres e João Pacífico)

 

09/1940 - VÍCTOR - Nº 34651
A - Caipira Namoradô (Serrinha e Raul Tôrres)
B - Por Teu Olhar (Raul Tôrres e João Pacífico)

 

09/1940 - VÍCTOR - Nº 34652
A - De Noite Estive Chorando (Raul Tôrres)
B - Cantando nas Fronteiras (Raul Tôrres)

 

10/1940 - VÍCTOR - Nº 34663
A - A Mulher e o Trem (Raul Tôrres e João Pacífico)
B - O Trem de Ferro (Raul Tôrres)

 

03/1941 - VÍCTOR - Nº 34729
A - Descoberta do Brasil (Raul Tôrres e João Pacífico)
B - Isabel Quebra o Coco (Raul Tôrres)

 

03/1941 - VÍCTOR - Nº 34730
A - João Carreiro (Raul Tôrres)
B - O Tropeiro (Raul Tôrres)

 

04/1941 - VÍCTOR - Nº34736
A - Mineirinha (Raul Tôrres)
B - Ai! Lionô (Raul Tôrres)

 

S/D - COLÚMBIA - Nº 8.386
A - Quero Vê... Quero Oiá! (Raul Tôrres)
B - A Copa do Mundo (Raul Tôrres)

 

S/D - COLÚMBIA - Nº 55.139
A - Moda dos Viaduto (Raul Tôrres)
B - Meus Padecimentos (Raul Tôrres)

 

10/1941 - ODEON - Nº 12.049
A - A Baiana Diz que Tem (Raul Tôrres)
B - Juaninha do Riacho (Raul Tôrres)

 

10/1941 - ODEON - Nº 12.050
A - Dobrai Canarinho (Raul Tôrres)
B - Vida de Adomador (Cunha Jr)

 

11/1941 - ODEON - Nº 12.057
A - Sexta-Feira Treze (Raul Tôrres e Ariowaldo Pires)
B - Vamos para São Manuel (Raul Tôrres)

 

1941 - ODEON - Nº 12.131
A - Minha Rosa Branca (José Amâncio)
B - Eu Vou Mudá de Sorocaba (Antonio Bertolucci)

 

01/1942 - ODEON - Nº 12.090
A - Zé Turuna (Raul Tôrres e Oscar Batista)
B - Caboclo Magoado (Raul Tôrres e Oscar Batista)

 

02/1942 - VÍCTOR - nº 34877
B - Lá no Meio do Mato (Raul Tôrres)

 

03/1942 - ODEON- Nº 12.122
A - Vendendo Bicho aos Pedaços (Raul Tôrres e João Pacífico)
B - No Mourão da Porteira (Raul Tôrres e João Pacífico)

 

05/1942 - ODEON - Nº 12.140
A - Na Fazenda da Floresta (Raul Tôrres)
B - Cadê Minha Morena (Raul Tôrres e João Pacífico)

 

06/1942 - ODEON - Nº 12.154
A - Campo Grande (Raul Tôrres)
B - Morena Formosa (Raul Tôrres e João Maciel)

 

07/1942 - ODEON - Nº 12.165
A - Mula Baia (Raul Tôrres)
B - Conceição (Raul Tôrres e A. Cerqueira)

 

08/1942 - ODEON - 12.181
A - Carmita Boca de Rosa (Raul Tôrres e Serrinha)
B - Saudade de Caboclo (Raul Tôrres)

 

09/1942 - ODEON - nº 12.194
A - Futebol da Bicharada (Raul Tôrres)
B - Chora Moreninha, Chora (Raul Tôrres)

 

10/1942 - ODEON - Nº 12.207
A - A Rosa Estava Dormindo (Raul Tôrres e Aparício Cerqueira)
B - O Rei Mandô me Chamá (Serrinha e Raul Tôrres)

 

11/1942 - ODEON - Nº 12.216
A - Passarinho Verde (Sereno)
B - Saudade (Raul Tôrres e João Pacífico)

 

11/1944 - VÍCTOR - Nº 80.0229
A - Eu Escrevi o Teu Nome (Raul Tôrres)
B - Contando Fita (Raul Tôrres e João Pacífico)

 

MARIANO DA SILVA E SERRINHA:

1938 - VICTOR - Nº 34.326
A - Saudades de Matão - (Jorge Galati e Raul Torres)

 

1938 - VICTOR - Nº 34.327
A - Josefina (Mariano da Silva)
B - Morena Bonita (Mariano da Silva)

 

1938 - VICTOR - Nº 34.340
A - Carreiro Caprichoso (Mariano da Silva)

 

1938 - VICTOR - Nº 34.363
A - Adeus Casinha do Alto (Mariano da Silva)

 

1938 - VICTOR - Nº 34.364
A - Atrevida da Saudade (Mariano da Silva)

 

SERRINHA E CABOCLINHO:

06/1943 - ODEON - Nº 12.316
A - Fui Nascido Pra Vancê (Serrinha)
B - Recortando (Serrinha)

 

08/1943 - ODEON - Nº 12.341
A - Quando eu era Carreiro (Serrinha e João Méfli)
B - Eu Nasci no Mês de Agosto (Serrinha)

 

09/1943 - ODEON - Nº 12.356
A - ABC da Vitória (Serrinha e Laranjinha)
B - Muchachita Querida (Serrinha)

 

12/1943 - ODEON - Nº 12.382
A - Moda do Boi Menelik I (Serrinha)
B - Moda do Boi Menelik II (Serrinha)

 

01/1944 - ODEON - Nº 12.407
A - Patriota Sertanejo (Serrinha)
B - Recordando Botucatu (Serrinha)

 

07/1944 - ODEON - Nº 12.462
A - Ituiutaba (Riellinho)
B - O Colono da Fazenda (Serrinha)

 

09/1944 - ODEON - Nº 12.484
A - Caboclo Jeitoso (Serrinha)
B - Namoro na Fronteira (Serrinha)

 

11/1944 - ODEON - Nº 12.508
A - No Meu Tempo de Peão (Serrinha e Joaquim dos Santos)
B - Desafiando (Serrinha)

 

02/1945 - ODEON - Nº 12.548
A - Sertão de Minas (Serrinha e Caboclinho)
B - Saudades de Boiadeiro (Serrinha e Joaquim dos Santos)

 

04/1945 - ODEON - Nº 12.564
A - Caboco Bão (Serrinha)
B - Adeus Paraguai (Serrinha)

 

06/1945 - ODEON - Nº 12.589
A - Cravo-da-Índia (Serrinha e De Lucca)
B - Verdadeiro Recortado (Serrinha)

 

08/1945 - Nº 12.609
A - Matogrossense (Serrinha)
B - Desolação (Serrinha)

 

09/1945 - ODEON - Nº 12.618
A - Verdadeiro Mineiro (Serrinha)
B - Trem Bão (Serrinha)

 

10/1945 - ODEON - Nº 12.629
A - Depende de Vancê Querê (Serrinha)
B - Menino Caprichoso (Serrinha)

 

11/1945 - ODEON - Nº 12.641
A - Cidade de Ituiutaba (Serrinha)
B - Minha Boiada Mineira (Serrinha)

 

12/1945 - ODEON - Nº 12.654
A - Moreninha de Goiás (Riellinho)
B - Divertimento de Violeiro (Serrinha e Athos Campos)

 

01/1946 - ODEON - Nº 12.656
A - Paraguaia Mi-Porãn (Serrinha)
B - Caboclinha Bonita (Vasco Cantini e J. A. Barrichelo)

 

03/1646 - ODEON - Nº 12.684
A - Felicidade de Caboclo (Serrinha e Riellinho)
B - Moça Judiadeira (Serrinha e Benedito Pereira)

 

05/1946 - ODEON - Nº 12.688
A - Custe o que Custar (Caboclinho)
B - Expedicionário Brasileiro (Serrinha)

 

06/1946 - ODEON - Nº 12.702
A - Cavalinho Ventania (Serrinha e Athos Campos)
B - Recordações que vão Ficando (Serrinha)

 

08/1946 - ODEON - Nº 12.712
A - Meu Véio Ranchinho (Serrinha)
B - Meu Benzinho foi-se Embora (Serrinha)

 

10/1946 - ODEON - Nº 12.723
A - Boiada Saudosa (Serrinha e Athos Campos)
B - Chora Coração (Serrinha)

 

11/1946 - ODEON - Nº 12.739
A - Saudades (Serrinha e Anacleto Rosas Jr)
B - Moreninha Matadeira (Serrinha)

 

01/1947 - ODEON - Nº 12.747
A - Chitãozinho e Xororó (Serrinha e Athos Campos)
B - Linda Guarani (Serrinha e Caboclinho)

 

03/1947 - ODEON - Nº 12.765
A - Eh Eh Pangaré (Serrinha)
B - Meus Dezessete Anos (Riellinho)

 

05/1947 - ODEON - Nº 12.776
A - Amoroso (Serrinha e Severino Rezende)
B - Bate o Pé (Serrinha)

 

07/1947 - ODEON - Nº 12.786
A - Ave Maria (Serrinha e Aristides de Santi)
B - Onça Pintada (Serrinha)

 

09/1947 - ODEON - Nº 12.801
A - Carreiro Prestimoso (Serrinha e Pascoal de Luca)
B - Soluçando por Ti (Serrinha)

 

09/1947 - ODEON - Nº 12.805
B - Altinópolis (Muzeti Elias Antônio e Osvaldo Rieli)

 

10/1947 - CONTINENTAL - Nº 15.822
A - Toureiro Fan-Fan (Serrinha)
B - Os Carinhos do Meu Bem (Serrinha)

 

11/1947 - ODEON - Nº 12.816
A - O Crime da Mariazinha (Serrinha)
B - Minha Fama de Violeiro (Serrinha e Ado Benatti)

 

01/1948 - ODEON - Nº 12.836
A - O Valor Desta Viola (Serrinha)
B - Cuiabana Porã-Mi (Rielinho)

 

03/1948 - ODEON - Nº 12.841
A - Princesinha (Serrinha)
B - Porque Tanto Chorar? (Serrinha)

 

05/1948- ODEON - Nº 12.853
A - Ambição de Sertanejo (Serrinha e Rielinho)
B - Recordação (Serrinha, Caboclinho e Rielinho)

 

07/1948 - ODEON - Nº 12.860
A - Por Teus Amores (Serrinha e Marcelo Costa Filho)
B - É Hora do Sobe e Desce (Serrinha, Rielinho e Sebastião Soares)

 

09/1948 - ODEON - Nº 12.875
A - Moda da Jóia (Serrinha)
B - Triste Sonhador (Serrinha e Rielinho)

 

11/1948 - ODEON - Nº 12.887
A - Burro Baio (Serrinha)
B - O Fim do Zé Carreiro (Serrinha e Ado Benatti)

 

01/1949 - ODEON - Nº 12.913
A - Moda dos Vinte e Nove Anos (Serrinha e Luiz Caetano)
B - Lá no Céu não tem Pagode (Serrinha)

 

03/1949 - ODEON - Nº 12.918
A - Eu Moro na Roça (Serrinha)
B - Velho Guasca (Serrinha e Arlindo Pinto)

 

06/1949 - CONTINENTAL - Nº 16.074
A - Do que eu mais Gosto (Serrinha e Geraldo Costa)
B - Chorando no Cururu (Serrinha)

 

09/1949 - CONTINENTAL - Nº 16.102
A - A Beleza da Tereza (Serrinha)
B - Pé Espaiado (Serrinha)

 

04/ 1950 - CONTINENTAL - Nº 16.170
A - História das Lágrimas (Ado Benatti e Serrinha)
B - Vamos Churrasqueá (Serrinha)

 

08/1950 - CONTINENTAL - Nº 16.235
A - Os Crimes do Dioguinho (Serrinha)
B - A Morte do Dioguinho (Serrinha)

 

08/1950 - CONTINENTAL - Nº 16.242
A - A Seca (Campos Negreiros, Serrinha e Ado Benatti)
B - Vou Buscá Boiada (Serrinha e Rosalvo Limbardi)

 

1950
B - Balãozinho do Sertão (Osvaldo Rieli e Serrinha)

 

03/1951 - CONTINENTAL - Nº 16.352
A - O Crime da Mariazinha (Serrinha)
B - A Saudade Mandou Lembrança (Serrinha)

 

06/1951 - CONTINENTAL - Nº 16.398
A - Benedito Tempestade (Serrinha)
B - O Presente da Avózinha (Serrinha e Ari Lopes)

 

09/1951 - CONTINENTAL - Nº 16.438
A - Velha Palhoça (Serrinha e Ado Benatti)
B - Minhas Trovas (Serrinha)

 

09/1951 - CONTINENTAL - Nº 16.439
A - Bom Jesus de Pirapora (Serrinha e Ado Benatti)
B - Caçada de Onça (Serrinha)

 

12/1951 - CONTINENTAL - Nº 16.464
A - Chitãozinho e Xororó (Serrinha e Athos Campos)
B - O Fim do Zé Carreiro (Ado Benatti e Serrinha)

 

01/1952 - ODEON - Nº 13.207
A - Cuiabana Porã-Mi (Rielinho)
B - Cavalinho Ventania (Serrinha e Athos Campos)

 

04/1952 - CONTINENTAL - Nº 16.520
A - O que Tem a Rosa (Serrinha)
B - Fecha a Roda (Serrinha)

 

05/1952 - ODEON - Nº 13.273
A - Paraguaia Mi-Porã (Serrinha)
B - Felicidade de Caboclo (Serrinha e Rielinho)

 

06/1952 - CONTINENTAL - Nº 16.577
A - Os Três Beijos do Calvário (C. Negreiros, Ado Benatti e Serrinha)
B - Ave Maria (Serrinha e Aristides de Santi)

 

07/1952 - CONTINENTAL - Nº 16.590
A - Brasil Terra de Todos (Serrinha e Campos Negreiros)
B - Circo de Cavalinhos (Serrinha e Ado Benatti)

 

12/1952 - CONTINENTAL - Nº 16.631
A - Maria Rosa do Sertão (Serrinha e Campos Negreiros)
B - Potranquinha Castanha (Ado Benatti e Serrinha)

 

04/1953 - CONTINENTAL - Nº 16.703
A - Moda do Pescador (Anacleto Rosas Jr e Serrinha)
B - Moda da Geraldina (Serrinha)

 

06/1953 - CONTINENTAL - Nº 16.763
A - Promessa (Serrinha, Ado Benatti e Campos Negreiros)
B - No Velho Ranchinho (Serrinha)

 

08/1953 - CONTINENTAL - Nº 16.786
A - Quarto Centenário (Serrinha)
B - Saudação a São Paulo (Ado Benatti, Serrinha e Campos Negreiros)

 

04/1954 - CONTINENTAL - Nº 16.918
A - Abandonado (Serrinha e Rielinho)
B - Roda, Roda Moreninha (Serrinha)

 

05/1954 - CONTINENTAL - Nº 16.957
A - Porto Alegre (Rielinho)
B - Festa Brava (Serrinha)

 

07/1954 - CONTINENTAL - Nº 16.998
A - Xambré (Juracy Rago e Oswaldo Rielli)
B - Chuá Chuá (Pedro Sá Pereira)

 

03/1955 - CONTINENTAL - Nº 17.082
A - Codorninha Mineira (Serrinha)
B - Lenço Branco (Serrinha)

 

06/1955 - CONTINENTAL - Nº 17.132
A - Jovelina (Serrinha e Zé do Rancho)
B - Depois que a Rosa Mudou (Serrinha)

 

03/1956 - CONTINENTAL - Nº 17.253
A - Meu Cururu (Serrinha)
B - Soluçando Por Ti (Serrinha)

 

07/1956 - CONTINENTAL - Nº 17.300
A - O Diabo Foi na Festa (Serrinha)
B - Os Dois Valentes (Serrinha)

 

08//1956 - CONTINENTAL - Nº 17.342
A - Paixão Recolhida (Serrinha e Zé do Rancho)
B - Caboclo Decidido (Serrinha)

 

04/1957 - CONTINENTAL - Nº 17.403
A - Burrão de Aço (Serrinha e Ado Benatti)
B - Vai, Canoa Vai (Serrinha)

 

08/1957 - CONTINENTAL - Nº 17.471
A - Bonequinha Sertaneja (Serrinha)
B - Mentirosa (Serrinha e Rielinho)

 

SERRINHA E ZÉ DO RANCHO:

07/1956 - CONTINENTAL - Nº 17.300
A - O Diabo Foi na Festa (Serrinha)
B - Os Dois Valentes (Serrinha)

 

1958 - CABOCLO - Nº 17.548
A - Saudação aos Mineiros (Serrinha e Zé do Rancho)
B - Desconsolo (Serrinha e Zé do Rancho)

 

10/1958 - CONTINENTAL - Nº 17.590
A - Ceará (Osvaldo Rieli e Serrinha)
B - Porque? (Zé do Rancho)

 

02/1959 - CONTINENTAL - Nº 17.641
A - Fingimento (Alceu Menezes e Zé do Rancho)
B - Mestiço (Zé do Rancho e Serrinha)

 

05/1959 - CONTINENTAL - Nº17.671
A - Bonde Camarão (Cornélio Pires)
B - Referência (Serrinha e Zé do Rancho)

 

1959 - CABOCLO - CS-311
A - Triste Peregrino (Zé do Rancho e Rielinho)
B - Mineiro de Monte Belo (Lourival dos Santos e Serrinha)

 

1959 - CABOCLO - CS-330
A - Pescaria (Serrinha)
B - Mulher Fingida (Pedrinho Rodrigues e Zé do Rancho)

 

04/1960 - CABOCLO - CS-342
A - Ciganinha (Serrinha)
B - Abismo (Zé do Rancho e Nízio)

 

06/1960 - CABOCLO - CS-351
A - Zé do Pinho (Cotoco e Zé do Rancho)
B - Depende Você Querer (Serrinha)

 

07/1960 - CABOCLO - CS-368
A - Noite Cheia de Estrelas (Cândido das Neves)
B - Juramento (Serrinha e Zé do Rancho)

 

1960 - CABOCLO - CS-382
A - A Paulista do Sobrado (Zé Cocão e Zé do Rancho)
B - Pinho do Pinheiro ( Zé do Rancho)

 

04/1961 - CABOCLO - CS-422
A - Conselho (Zé do Rancho e Zé Bocão)
B - Despedida (Zé do Rancho e Zé do Pinho)

 

07/1961 - CABOCLO - CS-454
A - O Florejar do Sertão (Serrinha e Olavo Jacy)
B - Nossa Culpa (Zé do Rancho e Nízio)

 

10/1961 - CABOCLO - CS-493
A - Xote da Moreninha (Carijó e Rielinho)
B - Altinópolis (Musetti A. Antônio e Rielinho)

 

LPs e CDs

 

SERRINHA E ZÉ DO RANCHO - 1961 - CONTINENTAL - LPP-3143
01) Teu Erro - Zé do Rancho e Zé Melado
02) Conselho - Zé do Rancho e Zé Bocão
03) As Duas Moças - Zé do Rancho e Zé Cocão
04) Ansiedade - Zé do Rancho e Venézio Izidoro Pereira
05) Despedida - Zé do Rancho e Zé do Pinho
06) De Longe Também se Ama - Serrinha e Zé do Rancho
07) Nunca Mais - Serrinha e Zé do Rancho
08) Depois que a Rosa Mudou - Serrinha
09) Chitãozinho e Xororó - Serrinha e Athos Campos
10) Caboclo Decidido - Serrinha
11) Toureiro Fan-Fan - Serrinha
12) Maria Rosa do Sertão - Serrinha e Campos Negreiros

 

SERRINHA E CABOCLINHO - RECORDANDO - 1968 - CONTINENTAL - CLP-9.057
01) Caçada de Onça - Serrinha
02) Bom Jesus de Pirapora - Ado Benatti e Serrinha
03) Caboclo Decidido - Serrinha
04) Burro de Aço - Serrinha e Ado Benatti
05) Chitãozinho e Xororó - Serrinha e Athos Campos
06) O Fim do Zé Carreiro - Serrinha e Ado Benatti
07) Vai Canoa Vai - Serrinha
08) Festa Brava - Serrinha
09) Moda do Pescador - Anacleto Rosas Junior e Serrinha
10) Moda da Geraldina - Serrinha
11) Bonequinha Sertaneja - Serrinha
12) Mentirosa - Serrinha e Rielinho

 

SERRINHA E CABOCLINHO II - A VOLTA DE SERRINHA E CABOCLINHO - 1971 - BEVERLY - AMCLP-5077
01) Afincado - Serrinha
02) Desprezado - Serrinha
03) Tempo Quente - Serrinha
04) Minhas Queixas - Serrinha e Lourival dos Santos
05) Caprichoso - Serrinha
06) Do Mundo Nada se Leva - Serrinha
07) Quando Canta o Xororó - Serrinha e Athos Campos
08) Botãozinho de Rosa - Serrinha
09) Caboclo de Sorte - Serrinha
10) Judiação - Serrinha
11) Moreninha do Tietê - Serrinha e Lourival dos Santos
12) Rosa no Samba - Serrinha

 

SERRINHA E ZÉ DO RANCHO CANTAM MODAS SERTANEJAS - 1975 - DISCOLAR - LPDS-32.038 
01) Referências - Serrinha e Zé do Rancho
02) O Sonho do Matuto - Capitão Furtado e Laureano
03) O Que Tem a Rosa - Serrinha
04) O Crime da Mariazinha - Serrinha
05) Caboclinha Malvada - Serrinha
06) Velho Gaúcho - Serrinha e Arlindo Pinto
07) Jorginho do Sertão - Cornélio Pires
08) Azulão Cor de Anil - Arlindo Santana
09) Canoeiro Apaixonado - Serrinha e Zé do Rancho
10) Bonde Camarão - Cornélio Pires
11) Abandonado - Serrinha e Rielinho
12) Bom Jesus de Pirapora - Serrinha e Ado Benatti

 

SERRINHA E CABOCLINHO - OS TRÊS BEIJOS DO CALVÁRIO - DISCOLAR - LPDS-32.137
01) Os Três Beijos do Calvário - Ado Benatti, Serrinha e Campos Negreiros
02) Depois que a Rosa Mudou - Serrinha
03) A Sêca - Serrinha, Campos Negreiros e Ado Benatti
04) IV Centenário - Serrinha
05) Minhas Trovas - Serrinha
06) Velha Palhoça - Serrinha e Ado Benatti
07) O Que Tem a Rosa - Serrinha
08) A Saudade Mandou Lembrança - Serrinha
09) Ave Maria - Serrinha e Aristides de Santi
10) Codorninha Mineira - Serrinha
11) Potranquinha Castanha - Serrinha e Ado Benatti
12) Lenço Branco - Serrinha

 

SERRINHA E RODOLFO CARBONARI - 1976
01) Ave Maria - Serrinha e Aristides de Santi
02) Botãozinho de Rosa - Serrinha
03) Chitãozinho e Xororó - Serrinha e Athos Campos
04) Mineiro de Monte Belo - Serrinha e Lourival dos Santos
05) Pai João - Zé Carreiro
06) Rancho no Traviú - Serrinha e Rodolfo Carbonari
07) Rio Bonito - Serrinha e Rodolfo Carbonari
08) Saudação aos Mineiros - Serrinha e Zé do Rancho
09) Sinhá Maria - Serrinha e Rodolfo Carbonari
10) A Sêca - Serrinha, Ado Benatti e Campos Negreiros
11) Vamos Pra Jundiaí - Serrinha e Rodolfo Carbonari
12) Velha Palhoça - Serrinha e Ado Benatti

 

SERRINHA E CABOCLINHO - EDIÇÃO LIMITADA - 1978 - PHONODISC - LP= 0.45.411.024
01) Caçada de Onça - Serrinha
02) Bom Jesus de Pirapora - Ado Benatti e Serrinha
03) Caboclo Decidido - Serrinha
04) Burro de Aço - Serrinha e Ado Benatti
05) Chitãozinho e Xororó - Serrinha e Athos Campos
06) O Fim do Zé Carreiro - Serrinha e Ado Benatti
07) Vai Canoa Vai - Serrinha
08) Festa Brava - Serrinha
09) Moda do Pescador - Anacleto Rosas Junior e Serrinha
10) Moda da Geraldina - Serrinha
11) Bonequinha Sertaneja - Serrinha
12) Mentirosa - Serrinha e Rielinho

 

SERRINHA E CABOCLINHO - OS SUCESSOS DE SEMPRE - 1988 - CONTINENTAL - LP= 0.34.405.524
01) Chitãozinho e Xororó - Serrinha e Athos Campos
02) Codorninha Mineira - Serrinha
03) Bom Jesus de Pirapora - Serrinha e Ado Benatti
04) O Fim do Zé Carreiro - Serrinha e Ado Benatti
05) Bonequinha Sertaneja - Serrinha
06) Lenço Branco - Serrinha
07) Velha Palhoça - Ado Benatti e Serrinha
08) Depois que a Rosa Mudou - Serrinha
09) Vai, Canoa Vai - Serrinha
10) Ave Maria - Aristides De Santi e Serrinha
11) Caboclo Decidido - Serrinha
12) Os Três Beijos do Calvário - Ado Benatti, Serrinha e Campos Negreiros

 

SERRINHA E ZÉ DO RANCHO - SOM DA TERRA - 1994 - WARNER - LP= 995049-1
01) Referências - Serrinha e Zé do Rancho
02) O Sonho do Matuto - Capitão Furtado e Laureano
03) O Que Tem a Rosa - Serrinha
04) O Crime da Mariazinha - Serrinha
05) Caboclinha Malvada - Serrinha
06) Velho Gaúcho - Serrinha e Arlindo Pinto
07) Jorginho do Sertão - Cornélio Pires
08) Azulão Cor de Anil - Arlindo Santana
09) Canoeiro Apaixonado - Serrinha e Zé do Rancho
10) Bonde Camarão - Cornélio Pires
11) Abandonado - Serrinha e Rielinho
12) Bom Jesus de Pirapora - Serrinha e Ado Benatti

 

SERRINHA E CABOCLINHO - CABOCO BÃO - 2000 - REVIVENDO - RVCD-169
01) Fui Nascido Pra Vancê - Serrinha
02) Namoro de Fronteira - Riellinho
03) Quando Eu Era Carrero - Serrinha
04) Recordando Botucatu - Serrinha
05) Eu Nasci no Mês de Agosto - Serrinha
06) Ave Maria - Serrinha e Aristides de Santi
07) O Colono da Fazenda - Serrinha
08) Adeus, Paraguai - Serrinha
09) Caboclo Jeitoso - Serrinha
10) Desafiando - Serrinha
11) No Meu Tempo de Peão - Serrinha e Joaquim dos Santos
12) Recortando - Serrinha
13) Caboco Bão - Serrinha
14) Desolação - Serrinha
15) Matogrossense - Serrinha
16) O Fim do Zé Carreiro - Serrinha e Ado Benatti
17) Mineiro Caprichoso - Serrinha
18) Ituiutaba - Rielinho
19) Divertimento de Violeiro - Serrinha e Athos Campos
20) Muchachita Querida - Serrinha
21) Burro Baio - Serrinha

 

SERRINHA E CABOCLINHO - CHITÃOZINHO E XORORÓ - VOLUME 02 - 2000 - REVIVENDO - RVCD-204
01) Chitãozinho e Xororó - Serrinha e Athos Campos
02) Moda do Boi Menelik - Serrinha
03) Paraguaya Mi-Poran - Serrinha
04) Minha Boiada Mineira - Serrinha
05) Chora Coração - Serrinha
06) Patriota Sertanejo - Serrinha
07) Depende de Você Querê - Serrinha
08) Moça Judeiadera - Serrinha e Benedito Pereira
09) Custe o que Custá - Serrinha
10) ABC da Vitória - Serrinha e Laranjinha
11) Expedicionário Brasileiro - Serrinha
12) Saudades - Serrinha e Anacleto Rosas Jr
13) Moreninha de Goiás - Rielinho
14) Cidade de Ituiutaba - Serrinha
15) Verdadeiro Recortado - Serrinha
16) Boiada Saudosa - Serrinha e Athos Campos
17) Caboclinha Bonita - Vasco Cantini e J. A. Barrichelo
18) Cravo da Índia - Serrinha e De Lucca
19) Linda Guarani - Serrinha e Caboclinho
20) Moreninha Matadeira - Serrinha
21) Felicidade de Caboclo - Serrinha e Rielinho

 

RAUL TÔRRES E SERRINHA - SUSPIRA MEU BEM - 2000 - REVIVENDO - RVCD-215
01) Tristeza do Meu Rancho - (Antenor Serra) - Raul Torres e Serrinha
02) Cidade de Campinas - (Raul Torres) - Raul Torres e Serrinha
03) Adeus Campina da Serra - (Raul Torres e Cornélio Pires) - Raul Torres e Serrinha
04) A Cigana - (Raul Torres) - Raul Torres e Serrinha
05) Boiada Cuyabana - (Raul Torres) - Raul Torres e Serrinha
06) Viola e Baralho - (Raul Torres) - Raul Torres e Serrinha
07) Vinte e Cinco Amor que eu Tive - (Raul Torres) - Raul Torres e Serrinha
08) Eu Escrevi o Teu Nome - (Raul Torres) - Raul Torres e Serrinha
09) A Mulher e o Rádio - (Raul Torres) - Raul Torres e Serrinha
10) Violeiro Casado - (Raul Torres) - Raul Torres e Serrinha
11) Mandamento das Muié - (Raul Torres e Serrinha) - Raul Torres e Serrinha
12) Festança no Rancho Fundo - (Serrinha e João Pacífico) - Raul Torres
13) Suspira Meu Bem, Suspira - (Raul Torres e Serrinha) - Raul Torres
14) O Gosto que o Beijo Tem - (Cravo Marinho e Serrinha) - Raul Torres e Serrinha
15) Meu Cavalo Zaino - (Raul Torres) - Raul Torres e Serrinha
16) Moda da Pinga - (Cunha Junior) - Raul Torres e Serrinha
17) Cabocla Thereza - (Raul Torres e João Pacífico) - Raul Torres e Serrinha
18) Sexta-Feira Treze - (Raul Torres e Capitão Furtado) – Raul Torres e Serrinha
19) Vamos Pra São Manoel - (Raul Torres) – Raul Torres e Serrinha
20) Campo Grande - (Raul Torres) - Raul Torres e Serrinha
21) Carmita Boca de Rosa - (Raul Torres e Serrinha) - Raul Torres e Serrinha

 

SERRINHA E CABOCLINHO - RAÍZES DA MÚSICA SERTANEJA - 2000 - WARNER MUSIC
01) Caçada de Onça - Serrinha
02) Bom Jesus de Pirapora - Ado Benatti e Serrinha
03) Caboclo Decidido - Serrinha
04) Burro de Aço - Serrinha e Ado Benatti
05) Chitãozinho e Xororó - Serrinha e Athos Campos
06) O Fim do Zé Carreiro - Serrinha e Ado Benatti
07) Vai Canoa Vai - Serrinha
08) Festa Brava - Serrinha
09) Moda do Pescador - Anacleto Rosas Junior e Serrinha
10) Moda da Geraldina - Serrinha
11) Bonequinha Sertaneja - Serrinha
12) Mentirosa - Serrinha e Rielinho

 

SERRINHA E ZÉ DO RANCHO/SERRINHA E CABOCLINO - SUCESSOS INESQUECÍVEIS DO VINIL - 2011
01) Noite Cheia de Estrelas - Cândido das Neves
02) Mineiro de Monte Belo - Lourival dos Santos e Serrinha
03) Mulher Fingida - Pedrinho Rodrigues e Zé do Rancho
04) Xote da Moreninha - Carijó e Rielinho
05) O Florejar do Sertão - Serrinha e Olavo Jacy
06) Nossa Culpa - Zé do Rancho e Nízio
07) Saudações aos Mineiros - Serrinha e Zé do Rancho
08) Juramento - Serrinha e Zé do Rancho
09) Altinópolis - Musetti A. Antônio e Rielinho
10) Pescaria - Serrinha
11) A Paulista do Sobrado - Zé Cocão e Zé do Rancho
12) Mestiço - Serrinha e Zé do Rancho
13) O Diabo Foi na Festa - Serrinha
14) Os Três Beijos do Calvário - Ado Benatti, Serrinha e Campos Negreiros
15) Depois que a Rosa Mudou - Serrinha
16) A Seca - Campos Negreiros, Serrinha e Ado Benatti
17) Quarto Centenário - Serrinha
18) Minhas Trovas - Serrinha
19) Velha Palhoça - Ado Benatti e Serrinha
20) O que Tem a Rosa - Serrinha
21) A Saudade Mandou Lembrança - Serrinha
22) Ave Maria - Serrinha e Aristides de Santi
23) Codorninha Mineira - Serrinha
24) Potranquinha Castanha - Ado Benatti e Serrinha
25) Lenço Branco - Serrinha
26) Caboclo Decidido - Serrinha

 

MÚSICAS

 

RAUL TÔRRES E SERRINHA

SERRINHA E CABOCLINHO

SERRINHA E ZÉ DO RANCHO

 

FOTOS

 

Visual LightBox Gallery generated by VisualLightBox.com
Serrinha - 01 Serrinha - 02 Serrinha - 03 Serrinha - 04 Serrinha e Famlia Olinda Serra (esposa do Serrinha) em 1937 Serrinha, Caboclinho, Nh Zefa e Rielinho em 1954 Serrinha e Ademar de Barros, na Fazenda do Carmo em Itaquera em 1955 Raul Trres e Serrinha em 1944 Raul Trres e Serrinha Serrinha e Caboclinho - 01 Serrinha e Caboclinho - 02 Serrinha e Caboclinho - 03 Serrinha e Caboclinho - 04 Serrinha, Caboclinho e Rielinho - 01 Serrinha, Caboclinho e Rielinho - 02 Serrinha, Caboclinho e Rielinho - 03 Serrinha, Caboclinho e Rielinho - 04 Serrinha, Caboclinho e Rielinho - 05 Serrinha, Caboclinho e Rielinho - 06 Serrinha e Caboclinho - Modinhas Sertanejas - Vol. 02 Serrinha e Caboclinho - Modinhas Sertanejas - Vol. 04 Serrinha e Z do Rancho - 01 Serrinha e Z do Rancho - 02 Serrinha e Z do Rancho - 03 Serrinha, Mariano (em p), Meirelles e Laureano (sentado) em 1937 Serrinha, Saracura, Rielinho, Z do Rancho e Lulu Benencase Serrinha, Z do Rancho e Rielinho - 01 Serrinha, Z do Rancho e Rielinho - 02 Serrinha, Z do Rancho e Rielinho - 03 Serrinha, Z do Rancho e Rielinho - 04 Serrinha, Z do Rancho e Rielinho - 05 Serrinha, Z do Rancho e Rielinho - 06 Serrinha, Z do Rancho e Rielinho - 07 Serrinha, Z do Rancho e Rielinho - 08 Serrinha, Z do Rancho e Rielinho - 09 Serrinha, Z do Rancho e Rielinho - Revista Sertaneja Vol. 07 - 1958 Serrinha, Z do Rancho e Rielinho - Reportagem Revista Sertaneja - 001 Serrinha, Z do Rancho e Rielinho - Reportagem Revista Sertaneja - 002 Serrinha, Z do Rancho e Rielinho - Reportagem Revista Sertaneja - 003 Serrinha, Z do Rancho e Rielinho - Reportagem Revista Sertaneja - 004 Serrinha, Z do Rancho e Rielinho - Reportagem Revista Sertaneja - 005 Rielinho - 01 Rielinho - 02 Carta de Serrinha  namorada, Olinda, em setembro de 1937 visual lightbox for MACby VisualLightBox.com v6.1